Coaching e Desenvolvimento de Pessoal


Reflexão 4

10/08/2010 09:58

A semelhança entre o mundo corporativo e um jardim de infância no que este tem de pior chega a ser assustadora.

Nas crianças as birras, os bicos, os gritos de raiva, as crises de inveja, as fofocas, as maldades podem ser irritantes, mas são compreensíveis, porque fazem parte do processo de crescimento.

Nos adultos são tristes. Não que seja vergonhoso sentir raiva, inveja, ciúme, medo, porque estes sentimentos são inerentes a condição humana.

O ruim é não termos amadurecimento suficiente para reconhecer a emoção e, como disse Victor Frankl, psiquiatra austríaco, que foi prisioneiro num campo de concentração, perceber que “entre o estímulo e a resposta existe a liberdade de escolha do ser humano”.

Se, num dos contextos de maior degradação humana de que temos notícias (fome extrema, torturas, trabalho forçado, etc), ele viu que poderia escolher como agir, porque colocamo-nos como vítimas de nossas emoções e reagimos como crianças diante dos problemas?

Um colega tem uma condição melhor que a minha e eu morro de ciúmes e inveja e busco formas de diminuir o seu valor através de fofocas, sabotagem, má vontade.

Outro faz algo que me desagrada e eu grito e o desrespeito ou emburro e faço birra.

E, no mundo corporativo como no jardim de infância, muitas vezes os mais agressivos são os que aparentemente controlam a situação.

Aparentemente porque a sabotagem, ativa ou passiva, consciente ou inconsciente, diante de atitudes agressivas injustificadas acontece com grande frequência.

Alguns, por medo, por acomodação ou porque se sentem confortáveis nessas situações, adotam o que chamamos de “síndrome de Gabriela” e dizem “eu nasci assim, eu cresci assim, vou ser sempre assim”. E, com isso, reduzem possibilidades de mudança, amadurecimento, desenvolvimento.

Outros buscam soluções: autoconhecimento, autoconsciência, treinamento, coaching, terapia...

E você, o que tem feito?

Espero que busque resgatar sua criança sim, mas no que ela tem de melhor: flexibilidade, abertura para aprender, prazer com suas conquistas!

—————

Voltar